02/05/2010

Vendando a Razão da Ferida

A mulher sente falta de um homem
para oprimi-la,castiga-la.
reminescências dos séculos passados.
somos independentes em quesitos
(intelectuais,economicos,sexuais...)
mas dependemos impreterivelmente do afeto.
justificamos com os hormonios
com tpm,com a insegurança
de ser julgada
pelo próximo(ou pelo anterior).
Não,eu não queria ser oprimida
eu queria ser protegida.
Não,não adianta sentir pena de mim.
auto pena é o cúmulo da apatia;
é ter resistência em sair da
merda.
Sim,nós,desumanos temos
MUITA resistência em abandonar
a areia movediça,
porque,realmente
é mais cômodo reclamar do que
estufar o peito e enfrentar
novas(e terríveis)batalhas que
possivelmente
vão nos ferir.
assumo uma derrota e logo me lanço em
outro confronto.
luto,destroço,invado,conquisto e enfim:
povôo.
há guerras que duram anos
outras duram semanas e
perdem o sentido.
resguardo.
porque lutar cansa.perder descansa.e vencer perde a graça.

7 comentários:

  1. essa ultima frase disse tudo...
    eh de mim q estas a dizer?
    hahaha

    adoro seus textos amore... até suas quebras de linha, parece q vc ta falando pra mim, em um dia de ressaca e mto cansaço, como geralmente nos encontramos. rss

    ResponderExcluir
  2. Diziam meu avós que antes da luz elétrica as ruas das cidades eram iluminadas por luminárias a querosene e que no cair da noite passava o acendedor com sua vara com fogo na ponta a acendê-las e na aurora vinha ele de novo (apagador?) a abafar a chama e deixando o sol sozinho, então salve Egosátira, acendedora dos abajures/luminárias do século 21!

    ResponderExcluir
  3. olá , bem bacana teu estilo...gostei!
    voltarei com frequência.
    abraços
    claudia
    www.daminhanatureza.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. nem preciso falar nada né? Já falamos sobre

    ResponderExcluir
  5. paulinha, eu tenho medo de ser tão diferente e tao igual..olha a hora, isso ai me fode inteira

    ResponderExcluir
  6. essa ultima frase disse tudo...
    eh de mim q estas a dizer?
    hahaha

    adoro seus textos amore... até suas quebras de linha, parece q vc ta falando pra mim, em um dia de ressaca e mto cansaço, como geralmente nos encontramos. rss

    ResponderExcluir